Microcamp oferece capacitação profissional a Eloá, estudante que emocionou a internet com foto ao lado da mãe

Rodrigo Garcia, Eloá e a mãe Maria das Graças

Quem diria que uma foto de uma mãe emocionada durante cerimônia de entrega de certificado pelo bom desempenho da filha na escola, mudaria a vida de uma jovem estudante? Pois é o que está acontecendo com Eloá de Oliveira Rosa, de 13 anos, aluna no sétimo ano do ensino fundamental na Escola Estadual Doutor Fernando Amos Siriani, em Bragança Paulista (SP).

Imagem que viralizou na internet. Foto : Cecília Fontaneli

A foto da mãe chorando abraçada à filha, viralizou, foi compartilhada nas redes sociais e sensibilizou muitas pessoas. Uma delas foi o diretor da escola de informática Microcamp em Bragança Paulista, Rodrigo Garcia, que diante da história de vida da jovem, resolveu procurar por ela e lhe oferecer uma oportunidade de capacitação profissional.

“Deixamos à vontade para ela escolher o curso que queria fazer. Ela optou pelo curso de Hardware e robótica. Penso que foi uma escolha acertada porque é uma área com um campo amplo de colocação profissional”, avalia o diretor.

E é justamente uma mudança de vida que Eloá espera conseguir com a qualificação que terá com o curso. “Não conheço nada de informática, e esse curso será muito importante para eu arrumar emprego e ajudar em casa”, diz a caçula de quatro irmãos – além de Eloá, tem Maicon de 26 anos, Lucas, de 24 e Jonathan de 21 – que ajudam a mãe, a dona de casa Maria das Graças de Oliveira Rosa, de 54 anos, viúva, a manter a família.

A mãe, que estudou até a sétima série do ensino fundamental, e deixou a escola para trabalhar, contou que se emocionou ao ver a filha sendo elogiada e homenageada pelos professores.  E chorou ao lembrar-se do marido, o metalúrgico Gessy Roberto da Rosa, que morreu em agosto deste ano, após sofrer um infarto. O pai, costumava incentivar e ajudar a filha mais nova nos estudos.

No curso de hardware e robótica da Microcamp, Eloá vai aprender a montar e fazer manutenção não só em computadores, mas também em celulares Apple e Android, além de projetar e configurar redes de computadores. E ainda vai trabalhar com o Arduino, que são placas que tornam mais fácil e econômica a criação de robôs inteligentes capazes de interagir com o ambiente

“Eloá também terá a oportunidade de fazer módulos complementares atualizados com o mercado como Manutenção de drones, Dispositivos Vestíveis – que são aparelhos que permitem uma maior interação do usuário com seu smartphone, como os óculos de realidade virtual, os relógios e as pulseiras inteligentes; e Robótica social, que são robôs com função social, que interagem com seres humanos”, complementa o diretor da Microcamp, Rodrigo Garcia.

 

 

Deixe uma resposta